quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Não posso ter dois, que pena

Paloma Rodriguez

É natural que se tenha fartado de andar comigo. Mas ele andava comigo? Não. Nunca andámos, nem namorámos. Simplesmente estávamos juntos quando me apetecia. Era sempre eu. Quando me lembrava. Sempre eu. Um dia, ontem mais precisamente, ele cansou-se de estar nesta situação e disse que já não dava mais. Eu nunca quis dar o passo seguinte, aquele que todos chamam de namorar. Porquê? Porque já namoro. E ter dois namorados não me dá jeito. Pronto, é isto.

7 comentários:

  1. É mais fixe dois pássaros a voar do que um na mão :P

    ResponderEliminar
  2. Ele sabia que tinhas namorado? Se sim e aceitou, sabia que os jogos perigosos são excitantes precisamente por ser diminuta a probabilidade de o resultado ser a nosso favor. Se não, é uma situação chata para o rapaz, pois ele podia ter-se apaixonado por ti.

    ResponderEliminar
  3. Eu não te critico, mas era incapaz de o fazer.

    ResponderEliminar
  4. Nunca digas nunca, Shiine*. Só sabemos o que somos ou não capazes de fazer quando somos confrontados com uma situação real.

    ResponderEliminar
  5. 1 ano depois venho responder! LOL
    Se estou com alguém é porque amo, se amo não quero mais ninguém. Se preciso de mais alguém é porque não amo. bjinh

    ResponderEliminar