segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Ele andava comigo e engravidou outra


Eu esperava um amigo. Parei o carro à sua porta e acendi um cigarro. Ainda a chama do isqueiro não tinha desaparecido, alguém batia no vidro do meu carro com grande violência. Não reconheci o rosto, abri um pouco do vidro e não tive tempo de dizer nada. A rapariga começou aos berros, que eu andava com o homem dela, que ela estava grávida, que me fosse embora e pardais no telhado. Depois abriu a porta do meu carro e mandou-me sair, porque tinha alguma violência guardada para mim. Continuei a fumar, mantive a calma, falei pausadamente. Deixei-a dizer-me tudo o que quis. Depois expliquei-lhe tudo o que havia para explicar. E ficámos as duas à espera do "amigo que anda comigo mas engravidou a outra". Foi bonito. Foi a cena mais vulgar onde me meti. Por não ter nada a ver comigo, porque aquela rapariga estava longe de ser uma mulher com amor próprio. E tive de partilhar um momento daqueles. Ai de mim! O "rapaz que engravidou outra, mas que dava em cima de mim" chegou.


- Toma conta da tua namorada!


E fui embora. O mais rápido possível. Tenho vergonha deste tipo de mulheres. Que se sujeitam a este tipo de situações e fazem figuras de ursas.

7 comentários:

  1. É por essas e por outras, que não devemos nunca, nunca sair com homens "caça-langaios".
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Também não sou a favor desse tipo de cenas, mas normalmente quando essas coisas se descobrem pensamos sempre ( digo eu,porque nunca me aconteceu ) que a outra mulher sabe e esta cúmplice . Enfim , ponho-me no teu lugar e não gostaria. Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Desafio: Quantos pares de sapatos tens?
    http://lolita-mundoameuspes.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Eu tenho pena de ambas, da mulher que teve o azar de engravidar de uma merda de homem, e de ti que gostas de perder o teu tempo com homens sem carácter.
    Não sei qual das duas a mais patética, mas arrisco a dizer que serás tu, porque ela foi enganada, tu consideras-te superior mas andas igualmente a fazer papel de ursa.

    ResponderEliminar